O Que São as Verrugas Genitais e Como Tratá-las

Quase todas as pessoas têm um certo problema de pele, ou uma certa infecção da pele, seja de menor ou maior gravidade. A infecção da pele tanto pode ser como uma ligeira reacção alérgica, uma pequena vermelhidão na superfície da pele que desaparece em pouco tempo, como também algo muito mais grave, como reacções alérgicas muito profundas e de longa duração.

 

As verrugas genitais são uma das infecções da pele mais comuns, pois tratam-se de infecções transmitidas sexualmente causadas pelo vírus papilloma humano (VPH). Existem mais de 100 tipos (!!) diferentes de VPH, alguns que causam o aparecimento de verrugas visíveis ou invisíveis nas mãos, pés ou áreas genitais. As verrugas genitais também poderão aparecer na boca, mas este tipo de casos são extremamente raros.

 

Alguns tipos de vírus das verrugas estão 'ligados' a mudanças nas células da cérvix, o que pode levar ao cancro da cérvix vários anos mais tarde. As mulheres devem fazer testes regulares da cérvix quer tenham verrugas genitais ou não. As verrugas genitais visíveis não estão ligadas ao cancro da cérvix e as mulheres que tiveram as verrugas genitais não necessitam de fazer mais testes do que qualquer outra mulher.

 

Como as verrugas genitais são transmitidas

 

As verrugas genitais podem passar de pessoa para pessoa durante o acto sexual e por contacto entre as peles com alguém que tenha o vírus da verruga. O vírus pode permanecer no corpo e ser passado antes de ter sido descoberto ou depois de já ter desaparecido. As verrugas genitais tanto podem ser externas como internas.


Nas mulheres, as verrugas genitais podem ser encontradas à volta ou dentro da vagina, na vulva (os lábios à volta da abertura da vagina), cérvix e ânus. Nos homens, as verrugas genitais podem ser encontradas no pénis ou dentro dele, no escroto e uretra, dentro ou à volta do ânus.

 

O vírus das verrugas genitais pode ser transmitido se tiver sexo vaginal ou anal ou se partilhar os mesmos brinquedos sexuais (como dildos, vibradores, etc.). Por vezes, o vírus pode ser transmitido após o mínimo de contacto íntimo. É possível, mas muito raro, desenvolver-se verrugas geniatsi na boca ou nos lábios, derivado do sexo oral. Em casos ainda mais raros, é possível as mulheres grávidas passarem o vírus das verrugas genitais para o feto e bebé à nascença.

 

As verrugas genitais não podem ser transmitidas através de abraços, a partilha de toalhas ou de banhos, das piscinas, assentos das sanitas, copos ou talheres. Histórias de que as verrugas genitais são transmitidas destas formas são mitos sem qualquer fundamento.

 

Os sintomas das verrugas genitais

 

A maior parte das pessoas infectadas com as verrugas genitais poderá não ter quaisquer sintomas visíveis de todo. Pode levar cerca de duas semanas a vários meses até que se entre em contacto com o vírus antes das verrugas genitais aparecerem. Poderá notar-se bolinhas pequenas da cor de carne viva ou alterações na pele poderão aparecer em qualquer parte da área genital ou anal, tanto a nível externo como interno.

 

Estas alterações na pele podem ser suaves, planas, grandes ou pequenas e aparecer tanto em grupos como individualmente. Normalmente não causam dor, mas por vezes podem causar comichão e inflamação, podendo levar a sangramento.

 

Tratamentos das verrugas genitais

 

Os tratamentos das verrugas genitais podem ser os mais variados, desde medicamentos receitados por um médico, medicamentos obtidos sem ser necessário uma receita médica, outros tratamentos - que não medicamentos - como aparelhos que possam ser usados directamente na pele (poderão ser obtidos em farmácias ou outro lugar recomendado), certos produtos naturais, entre outros.

  • Cirurgia - um certo tipo de cirurgia específica pode ser usada para retirar e eliminar as verrugas genitais. Consulte um médico antes de optar por este tipo de tratamento.
  • Injecção de uma droga ou medicamento directamente na verruga genital - este tratamento não é muito comum, mas também pode fazer-se.
  • Queimar com calor, congelá-las ou o uso ddo laser também pode ser usado para eliminar as verrugas genitais.

Alguns destes tratamentos acima poderão ser algo descomfortáveis, mas não deverão ser dolorosos. Se a pessoa que sofrer de verrugas genitais estiver grávida ou planear em engravidar, é mais aconselhado consultar um médico para que este possa recomendar o tratamento mais apropriado para si e que não possa fazer mal ao feto (se estiver grávida).

 

Resultados

 

Os tratamentos das verrugas genitais poderão ter de ser usados até que as verrugas genitais desapareçam completamente e mesmo por algum tempo depois destas terem realmente desaparecido, para que haj menos probabilidades das verrugas genitais aparecerem novamente.

 

Isto serve como medida de prevenção, embora os resultados possam variar de pessoa para pessoa, porque cada indivíduo é diferente e todos poderão reagir ao tratamento de forma diferente. Mesmo que as verrugas genitais tenham sido removidas, o vírus poderá ainda permanecer no organismo.

 

É possível evitar as verrugas genitais?

 

As pessoas que já tenham sido infectadas com o vírus das verrugas genitais terão de ser tratadas, para que não possam infectar outras pessoas. Infelizmente, ainda não existe uma cura ou vacina que possa tratar de uma vez por todas as verrugas genitais. O facto das verrugas genitais terem sido eliminadas não quer dizer que a infecção também a tenha sido, porque o vírus pode continuar no organismo da pessoa.

 

Se quiser evitar ter verrugas genitais, use preservativos, porque até hoje ainda são o melhor meio de prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. Quer tenha sexo vaginal ou anal, use sempre um preservativo. Se um parceiro não estiver certo sobre o uso de preservativo, fale com ele(a) e explique-lhe as suas razões.

publicado por Tim às 15:34 | comentar | favorito